3 de julho de 2010

Toy Story 3

Desapego bom X Desapego ruim 

Hoje eu assisti Toy Story 3. Muito bom! Mas talvez eu seja suspeita, pois o Toy Story fez parte da minha infância, sempre achei genial a ideia de mostrar o lado dos brinquedos, e eu sempre imaginei que os brinquedos tinham vida quando eu não estava por perto (minha mãe alimentou muito isto...).
Aí hoje eu vi Toy Story, com toda esta história na cabeça sobre mudanças na vida, desapego e tudo mais... E parece que quando começamos a pensar muito em uma coisa isto nos persegue, aparece num texto do jornal, em um blog que você costuma ler, em comunidades do orkut que seus amigos entram, nas músicas, filmes, e toda conversa acaba levando para este ponto... E hoje ao assistir Toy Story 3 pensei muito nisto, pois no desenho mais uma vez os brinquedos se vêem com medo de serem deixados de lado, mas desta vez por algo bem mais sério, seu dono o Andy cresceu, tem 17 anos e está indo para a faculdades, o que irá acontecer com eles? Eles tem medo do sótão, do lixo, de serem esquecidos e largados por aí. Pensam em fugir, em buscar outro lugar e existem várias opiniões diferentes... E durante o enredo eles encontram um brinquedo que pensou ter sido rejeitado, e que lidou com isto de forma ruim e amarga. E assim eles irão encontrar suas maneiras de lidar com as mudanças, sentimentos de rejeição e de se desapegarem do Andy também...
E é assim a vida, tudo costuma ter dois lados, e geralmente a disposição do coração para se fazer algo diz muito mais sobre a ação e suas consequencias do que pensamos, e podemos sim nos desapergamos das coisas de formas ruins e boas... E sem receitas aqui, apenas uma reflexão, pois tenho que entender muito bem como estou me desapegando do que estou me desapegando.
p.s.: escolhi este cartaz do filme pois mostra bem a cara de medo deles! :)

Um comentário:

  1. Desapego e desassossego não deveriam andar de mãos dadas...

    =]

    ResponderExcluir